Vinho

Quinta do Romeu Reserva Branco 2014


"Lote de várias castas, muito citrino no aroma, cascas de fruto e lima, numa linha elegante, discreta mas bastante equilibrada. Mostra-se muito bem na boca, a acidez está no ponto certo para manter o vinho num registo eminentemente gastronómico e isso é uma vantagem. Não parece ser vinho de guarda, mas está a dar uma boa prova agora e, por isso, há que aproveitar."

João Paulo Martins in "Vinhos de Portugal 2014" sobre o Quinta do Romeu Reserva Branco 2012.


"Amarelo palha claro. Mineral de giz, fruta branca madura, flores de mato e leve pólen e tostados. Cremoso, arqueado, frescura atrevida de longa guarda. Muito persistente e grande na mesa."

Aníbal Coutinho in "Copo & Alma - Melhores Vinhos do Ano 2013" sobre o Quinta do Romeu Reserva Branco 2011


"Lote de várias castas, surge no aroma com boas notas de fruta citrina, numa linha elegante, discreta mas bastante equilibrada. Mostra-se muito bem na boca, a acidez está no ponto certo para manter o vinho num registo eminentemente gastronómico e isso é uma vantagem. Não parece merecer mais tempo de cave e por isso estará na hora de o beber."


João Paulo Martins in "Vinhos de Portugal 2013" sobre o Quinta do Romeu Reserva Branco 2011


"Cor amarelo-limão carregada. Tenso e teso na boca, pertinaz na acidez e valente na estrutura, amplo e mineral, citrino no final de boca, termina poderoso mas harmonioso, num final longo, refrescante e elegante. Muito interessante!"


Rui Falcão in "Guia de Vinhos 2012" sobre o Julieta Branco 2010



Vinificação

Vindima manual para pequenas caixas. Selecção manual dos cachos na mesa de escolha. Desengace total seguido de suave esmagamento. Prensagem. Decantação estática a frio durante 48 horas. Fermentação parcial alcoólica pipos de carvalho Austríaco com tosta leve e o restante em cuba inox com controlo de temperatura entre os 15ºC e os 20ºC durante aproximadamente 15 dias. Estágio sobre borras finas com batonnage periódica até meados de Maio.

Castas
Mistura de castas tradicionais durienses como a Gouveio Real, Viosinho, Arinto, Rabigato e um field blend de uma parcela com várias castas.
Uvas provenientes de agricultura biológica certificada.

Cor
Citrina brilhante.

Aroma
Jovem com boa intensidade e complexidade. Destacam-se aromas a frutos de árvore maduros (tais como maçã, pêssego e marmelo), frutos tropicais frescos (maracujá, ananás) e florais. Ligeiro toque mineral que lhe confere personalidade.

Paladar
Seco. Ataque cremoso. Bom volume em boca revelando o seu carácter frutado, agora reforçado com uma componente citrina. Trata-se de um vinho fresco, complexo e profundo com um final persistente.

Consumo
Deverá ser apreciado a uma temperatura entre os 12ºC a 14ºC.

Potencial de envelhecimento: até 2019


Álcool                               13 %vol
Acidez Total                      5,7 g/l
pH                                    3,11
Açúcares redutores             1,6 g/l


 
COPYRIGHT© Soc. Clemente Menéres 2017.
ALL RIGHTS RESERVED.
Siga-nos em:
Instagram